Barcelona Cine Tour

Barcelona - Barcelona Cine Tour

Barcelona é uma das cidades mais badaladas da Europa. Sua fama de lugar animado e a arquitetura exótica atrai visitantes do mundo inteiro, incluindo os diretores de cinema. Com a ajuda de location managers (gerentes de locações), eles escolheram (e continuam escolhendo) os lugares mais bonitos e apropriados da cidade catalã para mostrar na telona. Deixo aqui, uma lista dos sete locais mais interessantes para os cinéfilos que adoram uma viagem, seja por serem usados em filmagens ou por exibir produções de cinema. Confira:

Sagrada Família
A mais famosa –e inacabada- obra de Antonio Gaudí, é um dos lugares mais visitados de Barcelona e um dos mais mostrados em filmes. Ela aparece em, pelo menos, três produções: “Tudo Sobre Minha Mãe” (1999), de Pedro Almodóvar; Albergue Espanhol (2002), de Cédric Klapisch; e, Vicky Cristina Barcelona (2008), de Woody Allen. Gaudí iniciou o projeto em 1883, mas morreu atropelado por um bonde, durante o período das obras, deixando finalizadas a cripta e a torre da Fachada da Natividade. Depois dele, outros arquitetos assumiram –contra a vontade de parte da população da cidade- a incumbência de terminar o projeto, o que ainda não aconteceu (metrô Sagrada Família).

Parc Güell
“Surrealista, estranho e extraordinário” são algumas das palavras usadas para adjetivar esta outra obra de Gaudí, construída no alto de uma colina e adorada pelo povo do cinema. No filme Albergue Espanhol, o personagem principal, Xavier (Romain Duris), rouba beijos de uma mulher casada, num dos bancos cobertos por mosaicos coloridos, que ficam na praça sustentada por colunas clássicas. Dalí, o casal teria uma bela vista da cidade e do mar de Barcelona, se tivessem prestando atenção na paisagem. Woody Allen, por sua vez, preferiu filmar o reencontro pós-Oviedo, de Vicky (Rebeca Hall) e Juan Antonio (Javier Bardem), ao lado da Salamandra que desliza sobre uma escadaria, perto da entrada principal do parque (metrô Vallcarca e mais uns 15 minutos de caminhada).

Casa Milà - La Pedrera
Michelangelo Antoniani chegou bem antes de Woody Allen no alto da emblemática Casa Milà, mais conhecida como ‘La Pedrera’. O primeiro mostrou Jack Nicholson e Maria Schneider apoiados numa das gigantes chaminés e discutindo um perigoso plano, em 1975. Woody levou Scarlet Johansson, Rebeca Hall e Patrícia Clarkson para fazer um tour por lá, 33 anos depois. Gaudí foi chamado de extravagante por Pere Milà Camps, pelo fato do projeto ter saído mais caro do que o burguês esperava. Depois da visita ao teto, pode-se descer conhecendo os cômodos da grandiosa casa, que parece não ter saído muito do agrado do seu dono (metrô Diagonal).

Las Ramblas
Todo mundo – locais e turistas, da vida real ou da ficção- quer dar uma voltinha pelas famosas ‘ramblas’. Em “Profissão: Repórter”, David Locke (Nicholson) se hospeda no Oriente Hotel (número 45 da rambla). No filme de Woody Allen, Cristina (Johansson) é vista várias vezes por, seja fotogrando, ou colocando o papo em dia com Vicky (Hall). Em “Biutiful”, Javier Bardem retorna as Ramblas como Oxbal, um pai de família à beira da morte, que passa por ali no seu caminho ‘para o trabalho’. ‘Las Ramblas’ é perfeita para quem curte uma caminhada não muito longa: ela começa na Plaça de Catalunya e termina na ‘boca do mar’ de Port Vell.

FilmoTeca de Catalunya
Localizada na Plaça Salvador Seguí, 09, perto da Rambla dels Caputxins, é o lugar das principais mostras e exibições cinematográficas (mais alternativas, do que comerciais) da cidade e ponto de encontro dos apaixonados pela Sétima Arte. Se quiser dar uma fuçada no site, deixo aqui o link da FilmoTeca. Como ele está em catalão, essa é a oportunidade que preciso de lembrar que, em Barcelona, qualquer pessoa poderá se comunicar no idioma espanhol. No entanto, a língua oficial da cidade, como é bem explicado no filme “Albergue Espanhol”, é o catalão.

Port Vell
O ‘porto velho’ foi renovado com um complexo de lojas, restaurantes, casas noturnas e um cinema. Movimentado o tempo inteiro, de lá saem os passeios de golondrinas. Claro que a trupe do cinema ia dar um jeito de incluir o lugar em cena. Em Albergue Espanhol, Xavier (Duris) tem duas visões em plena passarela Rambla del Mar: uma é ‘real’ (ele encontra uma das companheiras de apartamento, no maior romance com um estudante americano), e a outra é ‘surreal’ (ele ‘vê’ o fantasma de Erasmus e tenta se comunicar com ele). Em Vicky Cristina Barcelona, Cristina vai até o lugar pensar sobre a sua relação com Juan Antonio e Maria Elena (Penélope Cruz).

Barceloneta
Eh praia badalada! O lugar é um bairro de origem humilde, mas, depois de muitas intervenções e reformas, se tornou o point da turma que busca um lugar ao sol e outro ao mar. Em Albergue Espanhol, Xavier (Duris) foge da observação dos colegas de apartamento e vai telefonar para a namorada francesa, sentado num dos bancos do calçadão da praia. Em “Biutiful”, infelizmente, é na orla e nas águas de Barceloneta que são encontrados corpos de refugiados chineses, que estavam ilegais na cidade. Uma cena triste e que reflete, de certa forma, a realidade de muita gente que tenta fugir das condições ruins de seus países, mas encontram a morte pelo caminho.

Dicas
Para maximizar o seu passeio, uma dica é pegar o ônibus que faz o tour Hop On Hop Off pela cidade, e descer nos pontos turísticos e cinematográficos deste post.

IMPRIMIR