Roma Cine Tour

Roma - Roma Cine Tour

A ‘Cidade Eterna’ é um dos sets a céu aberto preferido pelo povo do cinema. Desde os monumentos históricos e atrações turísticas, até lugares menos conhecidos do grande público, todos foram – e continuam sendo - mostrados na telona. A lista de filmes -que inclui títulos de várias épocas da história do cinema- é grande, e não para de crescer. Confira aqui, os lugares que mais aparecem em cena (como a Piazza Venezia, por exemplo, cenário de abertura do filme Para Roma, com Amor) e alguns dos mais famosos títulos rodados na capital romana.

Fontana di Trevi
Ela foi transformada na mais famosa fonte de Roma desde que apareceu em A Doce Vida, na cena em que Federico Fellini faz Sílvia (Anita Ekberg) e Marcello (Marcelo Mastroianni) entrarem na fonte e trocarem palavras de amor. Depois disso, a Fontana di Trevi tem sido o lugar mais disputado por românticos turistas (cinéfilos ou não) que visitam Roma. A cena de Fellini volta a ser homenageada nas duas versões de Elza e Fred , a espanhola e a americana, e de aparecer no filme de Woody Allen, Para Roma, com Amor.

Via Veneto
Continuando nas pegadas de A Doce Vida , é na Via Veneto que tudo de mais glamouroso acontece em Roma; um lugar para ‘ver e ser visto’. No filme de Fellini, um batalhão de fotógrafos fica por ali, aguardando para tirar a foto que ilustrará a próxima notícia de alguma revista de fofocas. Paolo Sorrentino e Woody Allen colocaram Via Veneto de volta aos filmes, respectivamente, em A Grande Beleza (Jep Gambardella faz uma caminhada noturna por lá) e em Para Roma, com Amor (Leopoldo Pisanello tem uma crise em busca da fama perdida).

Via Margutta
Via Margutta é um endereço conhecido pelo povo do cinema, na ficção e na vida real. No filme A Princesa e o Plebeu, é para o apartamento do número 51-A que Joe (Gregory Peck) leva a princesa Anna (Audrey Hepburn), depois de encontrá-la dormindo num banco próximo ao Fórum Romano. Na mesma rua, uma divertida placa (foto) anuncia que Federico Fellini e sua esposa, Giulietta Masina, moraram no prédio de números 110-113. Trata-se de uma rua agradável, curtinha e localizada entre a Piazza di Spagna e Piazza del Popolo.

Piazza di Spagna
Quando Anna deixa o apê de Joe, em A Princesa e o Plebeu, ela faz um passeio antes de voltar ao palácio. Primeiro, Anna entra numa barbearia (localizada na Via della Stampiera, 85) e pede para um barbeiro deixar seu cabelo curto. Depois, Anna segue para a Piazza Di Spagna, compra um gelati e o saboreia ali mesmo, sentada num dos degraus aos pés da igreja. A praça, que vive cheia de gente dia e noite, reaparece em cenas de Para Roma, com Amor e O Agente da UNCLE .

Pantheon
Em Anjos e Demônios, quatro cardeais estão nas mãos de um frio assassino, que promete executa-los em igrejas que representam a Terra, o Ar, o Fogo e a Água. Seguindo uma pista encontrada nos arquivos do Vaticano, Robert Langdon (Tom Hanks), Vittoria Vetra (AyeLet Zurer) e Ernesto Olivetti (Pierfrancesco Favino) vão até o Pantheon (Piazza della Rotonda), datado de 118 d.C., e considerado ‘o tempo de todos os deuses’, para salvar o primeiro cardeal, na tumba do escultor Rafael Santi.

Piazza Navona
No clássico italiano ‘Ontem, Hoje, Amanhã’, a linda Piazza Navona é vista do alto do apartamento da personagem de Sophia Loren. Em Anjos e Demônios, a “Fonte dos Quatro Rios” (Danúbio, Ganges, Nilo e Prata), esculpida por Bernini, em 1651, é o local onde o quarto ‘preferiti’ deverá ser executado, caso Robert Langdon não chegue a tempo de salvá-lo. Para ver a animada praça numa cena diurna, a dica é assistir Comer, Rezar, Amar; e, numa cena noturna, o título mais indicado é A Grande Beleza.

Bocca della Verità
Se tem um monumento que teve a imagem associada a um filme, este é a Bocca della Verità. Em A Princesa e o Plebeu, para desmascarar Anna, Joe incentiva-a a colocar a mão dentro da boca. Ela faz isso bem rapidinho e se safa. Desde então, o tamanho da fila para repetir a cena de Audrey Hepburn é cada vez mais longa. O monumento que fica dentro da Igreja Santa Maria in Comedin, e os visitantes são solicitados a se vestirem de forma apropriada para entrar no local (bermudas e shorts são proibidos). Anote: Piazza della Bocca della Verità, 18, perto do Circo Massimo.

Coliseu
Quase todos os diretores que filmaram em Roma não resistiram em mostrar o Coliseu em cena. Só entre os filmes comentados neste site, o monumento recebe destaque em A Princesa e o Plebeu, Almoço em Agosto, A Grande Beleza (Jep Gambardella mora de frente para o monumento), Elza e Fred (versão americana), Para Roma, com Amor e 007 Contra Spectre. Se combinar a visita ao Coliseu com outra ao seu vizinho, o Fórum Romano, então o passeio será perfeito.

Rio Tibre
O mais importante rio romano tem marcado presença no cinema: é nele que acontece o animado baile de A Princesa e o Plebeu; em 007 Contra Spectre, James Bond faz um caríssimo carro –para horror de Q- afundar nas águas do Tibre; e, em A Grande Beleza, as margens do rio é o palco de longas andanças, feitas por Jep Gambardella; e as águas do Tibre é o grande destaque da cena de encerramento, quando os créditos são mostrados na tela.

Trastevere
Trastevere é um bairro localizado às margens oeste do Rio Tibre, e antigo centro comercial de Roma. No filme Almoço em Agosto, é num apartamento localizado perto da Viale di Trastevere com a Via de S. Dorotea que mora o personagem Gianni (Gianni di Gregorio), junto com sua mãe idosa. No mesmo bairro, Woody Allen ambientou uma das estórias de Para Roma, com Amor: a do experiente arquiteto interpretado por Alec Baldwin, que tenta abrir os olhos de um inexperiente estudante de Arquitetura, vivido por Jesse Eisenberg.

A Praça e a Basílica de São Pedro
Grandes produções deram destaque para a praça e a Basílica de São Pedro; entre elas, estão A Doce Vida e Anjos e Demônios. No filme de Fellini, Silvia sobe, sem perder o fôlego, os degraus que dão acesso ao topo da Basílica para, de lá, ter a mais linda imagem de toda a praça. Já no filme americano, inspirado na obra de Dan Brown, a Piazza de San Pietro é onde fiéis e repórteres esperam a notícia do anúncio do novo papa, e local da cena heroica do carmelengo Patrick McKenna (Ewan McGregor).

Cinecittà Studios
Cinecittà é um dos estúdios de cinema mais interessantes e em atividade que existe. Sua história começa em 1936, quando foi criado para competir com Hollywood e servir de base para a produção de filmes italianos. Durante a II Guerra Mundial, teve suas atividades interrompidas e serviu de acampamento de refugiados. Sobreviveu ao caos e, desde então, entregou ao mundo mais de 4000 filmes, entre eles, muitas produções ‘hollywodianas’ e, praticamente, todas de Federico Fellini, cujo nome está associado à Cinecittà para a eternidade. Por estas e outras razões, passear pelos seus cenários abertos, jardins e museus é uma das experiências mais prazerosas que um cinéfilo pode se conceder quando em visita à Roma.

IMPRIMIR