Rio de Janeiro Cine Tour

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro Cine Tour

Falar em “beleza de tirar o fôlego” ao se referir ao Rio de Janeiro pode até ser clichê, mas é, também, uma verdade difícil de ser explicada de outra maneira. Por isso, é natural que a cidade tenha atraído tantas produções cinematográficas ao longo das últimas oito décadas. E não foram somente as atrações turísticas, conhecidas mundialmente, que atraíram o povo do cinema. Alguns diretores ambientaram campeões de bilheterias dos títulos de ação em favelas cariocas. Confira alguns títulos e locações no nosso ‘cine’ tour pela ‘Cidade Maravilhosa’, apresentados seguindo uma certa ordem geográfica.

Cinelândia
Interlúdio (1946), filme em preto-e-branco da safra americana do mestre inglês, Alfred Hitchcock, traz ao Rio de Janeiro do pós-II Guerra Mundial, a alemã, naturalizada americana, Alicia Heberman (Ingrid Bergman) e o agente do F.B.I, Devlin (Cary Grant). Uma das principais regiões cariocas mostrada em cena, é a Cinelândia. Hitchcock mostrou os prédios que contornam a praça, especialmente, a escadaria da Biblioteca Nacional e a fachada do Theatro Municial. Na primeira cena na cidade, o casal é visto Alicia conversando e bebendo num bar aonde, desde 1924, funciona o restaurante 'Amarelinho'.

Real Gabinete Português
O Xangô de Baker Street apresenta uma aventura do detetive inglês, Sherlock Holmes (Joaquim de Almeida) no Rio de Janeiro do final do Século XIX. Holmes aceita a missão dada pelo Imperador Dom Pedro II (Claudio Marzo), para desvendar o caso do desaparecimento de um valioso Stradivarius. Numa divertida cena de ação do filme, nosso herói persegue um ‘serial killer’ dentro do Real Gabinete Português. A cena em que Holmes para no banheiro do lugar é impagável! Anote: Rua Luis de Camões, 30; metrô Largo da Carioca.

Lapa
O boêmio bairro da Lapa é conhecido por, pelo menos, três atrações: os Arcos da Lapa (foto), a arquitetura das suas casas antigas, e a vida noturna agitada. Um filme que mostra tudo isso é A Saga Crepúsculo: Amanhecer - 1, logo na chegada de Edward e Bella na cidade. Vampiro e esposa aproveitam o clima contagiante do samba brasileiro para juntarem-se aos locais que estão no quarteirão delimitado pelas ruas Mem de Sá e Riachuelo. As mais famosas casas noturnas da área são a 'Carioca da Gema'; 'Lapa 40º' e 'Rio Scenarium'.

Arcos da Lapa
Os Arcos da Lapa são um aqueduto em estilo romano, construído no século XVIII e com 270 metros de extensão. Ele era usado para transportar água potável do rio Carioca, na Floresta da Tijuca, até um chafariz no Largo do Carioca, localizado no centro da cidade e desativado no final do século XIX. No topo dos Arcos da Lapa, em 1896, foram colocados trilhos para transportar os bondinhos amarelos. É num deles que Blu e seus amigos, em Rio, seguem rumo à Santa Teresa.

Escadaria Selarón
Em O Incrível Hulk, Bruce Banner aparece, anônimo, descendo a Escadaria Selarón, detentora dos degraus mais coloridos, intercontinentais e famosos do Rio de Janeiro. O destino do cientista é a escola de artes marciais de Rickyson Gracie, aonde ele toma aulas para controlar a raiva que o transforma no Hulk. A escadaria é um dos pontos de divisão entre os bairros de Santa Teresa e Lapa. Pessoas do mundo inteiro vão até lá para apreciar os 215 degraus coloridos, obra do artista plástico chileno, Jorge Selarón Anote: Rua Teotônio Regadas, s/n.

Santa Teresa
O bucólico bairro de Santa Teresa é cenário de, pelo menos, dois filmes recentes: Rio e Rio, Eu Te Amo. No primeiro, os pássaros Blu e Jade são sequestrados por traficantes, fogem, e sobem para Santa Teresa em busca de ajuda para libertarem-se das algemas que os une. No segundo filme, Texas (Land Vieira) perdeu o braço num acidente e, por sua causa, a sua mulher, Maria (Laura Neiva) ficou paralítica. Para sobreviver e pagar o tratamento da moça, ele aceita um desafio proposto por Gringo (Jason Isaacs), e vai lutar com o cara na quadra de uma escola do bairro.

Sambódromo
O Carnaval é a festa mais famosa do Brasil e, claro, tinha que aparecer na tela do cinema. Quando ainda acontecia nas ruas, ele foi mostrado em 007 Contra o Foguete da Morte. Já ocupando o Sambódromo, espaço criado para ambientar o espetáculo, a festa é mostrada em Rio, com direito a desfile dos personagens, carros alegóricos, escolas de samba, bateria, casais de mestre-sala e porta-bandeira, figurino luxuosos e muito samba no pé. O Sambódromo tem capacidade para cerca de 70 mil espectadores e uma pista de cerca de 700 metros. A festa oficial acontece em fevereiro ou março. Anote: Rua Marquês de Sapucai, s/n; metrôs Central ou Praça Onze.

Estação Central do Brasil
Walter Salles escolheu a estação de trem Central do Brasil como título do seu filme de 1997, que chegou a concorrer ao Oscar. Nele, Dora (Fernanda Montenegro) é uma escrevedora de cartas de caráter duvidoso. Um dia, ela conhece Josué (Vinícius de Oliveira), um garotinho que quer conhecer o pai e, para tanto, convence a mãe a mandar-lhe uma carta. No início, Dora tenta tirar proveito da situação deles; mas, depois que Josué fica sozinho no Rio de Janeiro, ela dá início a uma jornada até o interior de Pernambuco, à procura do pai do garoto.

Estação Leopoldina
Na Estação Leopoldina, zona norte da cidade, o garotinho de rua, João (Cauã Antunes, foto), espera uma ligação de um certo Jesus (que o menino pensa ser o filho de Deus), a quem deseja fazer um pedido. ‘Suas preces’ são atendidas por um casal de atores, interpretados pela diretora libanesa, Nadine Labaki, e pelo americano, Harvey Keitel (que se sai bem falando português). Diga-se de passagem, é uma das estórias mais emocionantes do filme Rio, Eu Te Amo.

Pão de Açúcar
Desde que James Bond (Roger Moore) e Dentes de Aço (Richard Kiel) partiram para a briga, no alto de um bondinho do Pão de Açúcar, em 007 Contra o Foguete da Morte, que a atração turística ganhou fama mundial. Duas produções mais recentes, Rio e Rio, Eu Te Amo também deram destaque ao monumento natural. No primeiro filme, Blue e Jade passam voando pelas mesmas rochas que Jai (Ryan Kwanten) e Célio (Marcelo Serrado) escalam, numa cena do segundo filme. Anote: Avenida Pasteur, 520. Chega-se ali de ônibus ou taxi.

Cristo Redentor
Ele é o preferido dos cineastas estrangeiros. Praticamente, todos os filmes ambientados na cidade, desde os clássicos, até os mais recentes, mostram a estátua do Cristo Redentor. Entre os títulos estão: “A Estranha Passageira”, Interlúdio, “Orquídea Selvagem”, 007 Contra o Foguete da Morte, "2012", A Saga Crepúsculo: Amanhecer - 1, Velozes e Furiosos - 5, Rio (filmes 1 e 2) e Rio, Eu Te Amo. Para chegar até o alto do Morro do Corcovado, a opção mais comum é embarcar num bondinho na Rua Cosme Velho, 513 (faça o agendamento pela internet para evitar longa espera no local).

Copacabana Palace
Em Voando Para o Rio, Roger Bond (Gene Raymond) conhece a brasileira Belinha de Rezende (Dolores Del Rio) e se apaixona por ela. Quando sua banda é convidada para fazer o show de inauguração do fictício Hotel Atlântico (na verdade, o Copacabana Palace), ele vê ali a chance de reencontrar-se com a jovem. Desde que debutou na telona, em 1933, o Copacabana Palace virou o destino de celebridades, entre as quais Anita Ekberg, Ava Gardner, Brigitte Bardot, Cary Grant, Francis Ford Coppola, Gene Kelly, Madonna, Orson Welles, Paul Walker, Penélope Cruz, Pierce Brosnan, Richard Gere, Rita Hayworth, Robbie Williams, Robert de Niro, Tom Cruise, Tyrone Power e Walt Disney.

Praia de Copacabana
Ela é a mais famosa praia do Brasil e, possivelmente, da América Latina. Como tal, não deixou de fazer bonito no cinema. Em “Alô, Amigos”, de Walt Disney, Zé Carioca e Pato Donald dão uma volta pelo calçadão da praia e paqueram umas garotas. Outros títulos que mostram a beleza de Copacabana são Voando Para o Rio, Interlúdio, 007 Contra o Foguete da Morte, “Orquídea Selvagem”, Rio e Rio, Eu Te Amo.

Mansão do Parque Lage
Sylvester Stallone escolheu a Mansão do Parque Lage como a residência do General Garza, no seu filme de retorno ao sucesso, Os Mercenários. Ele e o seu time de justiceiros profissionais instalam bombas e explodem as colunas, a piscina, a casa e tudo mais que encontram pela frente. Outra parte da mansão que aparece no filme é a fachada do palacete, na cena em que Monroe (Eric Roberts) passa um sermão num bando de soldados. Anote: Rua Jardim Botânico, 414.

Cascatinha Taunay
Em O Incrível Hulk, o Doutor David Banner é perseguido pelos militares americanos em solo brasileiro. Ele perde o controle, se transforma no mostro verde e consegue escapar. Quando acorda, já descaracterizado e trajando roupas rasgadas, ele se encontra na Guatemala. Na verdade, ele está no meio da Floresta da Tijuca, aos pés da Cascatinha Taunay, uma romântica queda d’água de mais de 30 metros de altura, que recebeu o nome em homenagem ao pintor francês, Nicolas-Antoine Taunay (1755-1830). Anote: entrada pela Praça Afonso Viseu, no Alto da Boa Vista.

Favelas cariocas
O sucesso do filme brasileiro Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles e Katia Lund, inspirou muito diretor ‘gringo’ a ambientar seus filmes de ação em comunidades cariocas. Louis Leterrier, de O Incrível Hulk (2008), usou as favelas da Rocinha (cenas aéreas) e a Tavares Bastos (cenas em solo) como esconderijo brasileiro do cientista Bruce Banner. Em Velozes e Furiosos - 5, Justin Li colocou Dominic Toretto (Vin Diesel), Mia (Jordana Brewster) e Brian O´Connor (Paul Walker) para fugir de polícia e bandidos pelos telhados da Favela Santa Marta. Já o sul-coreano Sang-Soo Im escolheu a Favela do Vidigal para contar uma das estórias de Rio, Eu Te Amo.

IMPRIMIR