A Doce Vida

A Doce Vida

a doce vida 1.jpg La dolce vita", quem não sonha com ela? O filme de Federico Fellini trata o tema do charmoso título com um certo tom de ironia, quando se propõe a mostrar, sob o ponto de vista de Marcello Rubini (Marcello Mastroianni), um jornalista especializado em cobrir fatos corriqueiros e escândalos, como os famosos de Roma – artistas, membros da realeza e do high society - vivem e passam o tempo. O vazio existencial, a ociosidade, o desinteresse pelo outro e a falsa aparência de felicidade deixam transparecer que a vida dessa turma não é tão doce quanto parece, pelo menos, para quem os observa.

Via Vêneto, um lugar para ver e ser visto
Tudo que interessa aos jornais sensacionalistas, envolvendo ricos e famosos, acontece na Via Vêneto (foto na altura do Harry´s Bar). Por lá, tem sempre um batalhão de atentos fotógrafos à espreita. E é na Via Vêneto que acontece a cena que eu considero mais agradável do filme: o reencontro entre Marcello e o seu pai (Annibale Ninchi). O velho homem o aguarda jantando numa mesa externa de um dos restaurantes locais e vibrando com a animação do lugar e o vai-e-vem de celebridades. Uma dessas figuras, que recebe toda a atenção do seu filho, é a atriz sueca, Sylvia Rank (Anita Ekberg), que chega à cidade para promover um filme.

A vista da Praça de São Pedro
Depois de uma conferência com a impressa italiana, Silvia decide visitar a Basílica de São Pedro. A loira sobe até o topo da igreja com uma energia só comparada com a do interessado Marcello. Detalhe: ele, de terno preto e óculos escuros; e, ela, de tubinho preto e saltos altos. Isso só em filme. O aconselhável é usar calçados e roupas confortáveis, por que a subida é árdua. Do topo, no entanto, a visão que se tem da Praça de São Pedro (foto), do Vaticano e de Roma é impagável. Falando nisso, a basílica conta com um serviço pago de elevador para quem não quer subir e descer na perna. Sílvia, por sua vez, achou a experiência empolgante e decretou: “É o método certo para perder peso. Avisarei à Marilyn”.

Um banho na 'Fontana di Trevi'
Sílvia é desejada e paparicada por todos os homens que cruzam o seu caminho, exceto o próprio marido, que faz questão de humilhá-la na frente dos outros. Numa noite de festa, aborrecida com o tratamento desprezível dele, a loira pede que Marcello a leve para qualquer lugar, exceto o hotel. É quando os dois chegam na Fontana di Trevi. O resultado desta cena, todos conhecemos: Marcello vai buscar leite para um gatinho encontrado por ela, que, por sua vez, se encanta e entra na fonte. Para agradá-la, o enamorado Marcello faz o mesmo e quase a beija. Depois disso, a Fontana di Trevi se torna o lugar mais disputado por românticos turistas (e cinéfilos) em visita à Roma.

Excelsior, o hotel de astros e estrelas
A atriz está hospedada no Hotel Excelsior (foto). Na cena em que ela retorna do passeio noturno com Marcello, o marido a aguarda, num carro estacionado na frente do local. Dormindo, ele não percebe que é fotografado, em posições ridículas, pelos paparazzi. Quando vê a esposa chegar com outro homem, ele se sente traído e dá um tapa nela e um soco no jornalista. Essa tomada é a única cena que mostra a Via Vêneto real. No fundo da rua, dá para ver os arcos que dão acesso à Villa Burghese e o Largo Fellini, uma homenagem feita ao mestre italiano, depois do sucesso do filme.

Cinecittà - Estúdio 5
Quem curtiu as cenas na Via Vêneto, talvez não faça ideia de que elas foram rodadas no Estúdio 5, da Cinecittà (foto). Segundo a guia do tour que fiz pelos estúdios, Fellini não suportava os tipos reais que frequentavam a Via Vêneto, e queria tranquilidade para fazer o seu trabalho sem se aborrecer com a presença deles. A guia nos mostrou uma foto da rua montada no estúdio e ficou claro a qualidade técnica do trabalho de recriação do lugar, feito pelo diretor e sua equipe de Arte. O Estúdio 5 era uma espécie de segunda casa para o diretor, que ali ambientou muitas das suas estórias.

Créditos
Título Original (Ano): La Dolce Vita (1960)
Direção: Federico Fellini
Fotos do filme: Investiment Media Group Corp.
Texto e fotos das locações: Fran Mateus
Visitas às locações feitas em setembro de 2015.

IMPRIMIR