Sex and the City

Sex and the City

SEX PRINCIPAL 400X200.jpg Quando Charlotte (Kristin Davis), Carrie (Sarah Jessica Parker), Samantha (Kim Cattrall) e Miranda (Cynthia Nixon) apareceram, pela primeira vez, na série de tevê Sex and the City, com seus problemas amorosos, saltos louboutins, roupas descoladas, dias dedicados ao trabalho, às conversas e às compras, e noites regadas a drinques cosmopolitans, mulheres do mundo inteiro se identificaram e passaram a acompanhar as aventuras do quarteto. O sucesso fez a série virar filmes (2008 e 2010) e aumentar o número de fãs que invadem Manhattan, seguindo as pegadas das amigas por ruas, parques, lojas, bares e restaurantes da cidade.

Shopping tour pela Big Apple
"Sex and the City" é uma espécie de guia audiovisual de passeios por Manhattan, pois quase toda a ilha foi visitada pelas mulheres da trama. No quesito 'compras', a maioria das lojas frequentadas por elas fica na Fifth Avenue, na Madison Ave., em TriBeCa, Soho e no Meatpeak District. Para visitá-las, sugiro o passeio guiado pela OnLocationTours. Eu fui e ganhei tempo. Depois, voltei nas lojas que mais me interessaram, sem pressa e relembrando as cenas que foram feitas nelas. No site de Patricia Field, a costume designer de SATC, você pode comprar peças similares às usadas em cena pelas garotas.

Edifícios da moda
Muitos são os edifícios de Manhattan que dão as caras nos filmes. O Empire State e o Chrysler aparecem diversas vezes. Já o Condé Nast Publications (foto) e o prédio da Christie´s são mostrados em cenas específicas, como estas: o da 42nd Street (entre a Broadway e a 6th Avenue) é visto na cena em que Enid (Candice Bergen) convida Carrie para participar de uma matéria da Vogue. O outro pode ser encontrado na 49th Street (entre a 5th e 6th Avenues) e foi a locação da cena em que as garotas, capitaneadas por Samantha, participam de um leilão de jóias.

Um brunch em Greene Street
Se tem algo que as mulheres de "Sex" gostam de fazer é beber e comer bem. E isto inclui frequentar desde sofisticados restaurantes e pizzarias bacanas até cafés descolados (muitos, criados em cenários montados, especialmente, para elas). Fui conferir The Coffee Shop (foto), onde as garotas se encontravam para o brunch de cada dia. Eu passei por lá numa tarde chuvosa e achei o ambiente perfeito para saborear um Latte e colocar a leitura em dia. No filme, no entanto, o espaço não é a cafeteria original, localizada na Greene Street, mas uma locação montada numa loja vazia do SoHo.

Starbucks da Astor Place
Carrie usa as lojas da Starbucks como seu segundo escritório. Na loja da Astor Place, localizada entre a Broadway Avenue e a Lafayette Street, ela entrevista os candidatos à posição de assistente pessoal e, dias depois, elogia a bolsa Channel de Louise (Jennifer Hudson). Na foto, dá para ver a saída do metrô de onde Louise surge para encontrar-se com a fashionista, dentro da cafeteria. Nem todos os cafés que aparecem em cena continuam abertos ou no mesmo endereço. Esse é o caso do 212, cafeteria onde Miranda toma a decisão de perdoar Steve. Na época do filme, ele estava localizado dentro de uma loja, no Chelsea Market. Mas, fechou algum tempo depois de debutar na telona.

Bryant Park
Os parques são um capítulo a parte e points para quem mora na ilha. Muita gente vai até eles para tomar um banho de sol e colocar a conversa em dia. Dois espaços se destacam na série e no primeiro filme: Bryant e Central Parks. O primeiro (foto) fica na Fifth Avenue (entre a 6ª Avenue, a 42nd e a 44th Streets) e é o endereço da New York Public Library (NYPL), espaço escolhido por Carrie para casar-se com Mr. Big. Cenas depois, as garotas voltam lá para assistirem os desfiles do New York Fashion Week, evento que acontece duas vezes por ano.

Central Park
O Central Park é quase um segundo lar para as garotas. Carrie, ainda solteira, costumava passear por ali com o namorado da vez. Charlotte, mais esportista, corria no Reservoir, geralmente acompanhada dos seus cãezinhos. Miranda, por sua vez, leva Carrie até o Ladies´ Pavilion, para contar-lhe sobre os planos de reconciliar-se com Steve. Durante a minha visita (foto), achei o lugar menor do que tinha em mente, mas tão charmoso quanto é mostrado em cena. A mulher que tirou minha foto disse que mora no Upper West Side há anos, é fã de SATC, mas nunca imaginou que aquele lugar era uma das locações do filme.

Morando bem - parte I
As amigas sempre moraram bem (Charlotte e Samantha um pouco melhor que Carrie e Miranda). Anote os endereços das residências, para visitá-las quando estiver na cidade: o apê de solteira de Carrie fica na Perry Street, no Village, e virou uma espe´cie de ponto de peregrinação de fãs da loura. Quando fui visitá-lo, o prédio ao lado estava em reforma (foto). Samantha morou uns tempos no Upper East Side, mas teve que mudar-se para o descolado Meatpeck District, quando os conservadores vizinhos implicaram com as constantes e noturnas visitas masculinas que ela recebia.

Morando bem - parte II
Elegante e clássica, Charlotte combinava com o seu endereço: um luxuoso apartamento na Park Avenue com a 81st Street (foto). Já Miranda e Steve, menos afortunados, moravam no Brooklyn, na Dekalb Avenue, entre a Washington e a Waverly Avenues. Quando se separaram, Steve ficou por lá e Miranda foi morar num prédio localizado na Henry Street, entre as ruas Rutgers e Jefferson, no limite entre Lower East Side e Chinatown. Um lembrete: o que aparece em cena são as fachadas dos edifícios. Os interiores foram criados nos estúdios Silvercup (Manhattan) ou no Steiner (Brooklyn).

Créditos
Título original (Ano): Sex and the City (séries 1998-2004) (filmes: 2008 e 2010)
Direção e roteiro de Michael Patrick King
Location Manager: Michael Kriaris
Fotos do filme: New Line Cinema & HBO, ambas da Time Warner Co
Texto e fotos das locações: Fran Mateus
Visitas às locações feitas em: junho de 2006, novembro de 2014 e junho/2016

IMPRIMIR